Thanks!

Interview in Portuguese (w/ english translation)

Click here for the full interview / Clique aqui

Conversamos: Roger Paul Mason 19/04/2011
Conheça o produtor com o trabalho mais divertido do mundo
Por: Regiane Ishii

rotoscopia por Ben Karis / foto por Adam Lekach
Fortalecer a conexão Nova York-São Paulo é o desejo do produtor Roger Paul Mason. Depois de trabalhar com o quinteto paulistano Holger e com o trio de inspiração noventista Single Parents, Roger está determinado a vir ao menos uma vez por ano ao Brasil. As bandas com quem trabalhou também fizeram o caminho inverso e se divertiram bastante em temporadas por lá. Ambas o escolheram para seu disco de estreia: Holger com o divertido Sunga e Single Parents com o trabalho a ser lançado neste semestre.

Roger nos procurou interessado em conhecer novas bandas independentes brasileiras. Enviamos o perfil de seis bandas aqui da TramaVirtual para saber suas Primeiras Impressões. O resultado poderá ser conferido semana que vem. Por enquanto, publicamos a entrevista em que fala de seus outros projetos e diz que vir ao Brasil produzir bandas é “o trabalho mais divertido do mundo”.

Como é sua estória com o Holger?
Eu conheci o Holger através do Brian McOmber que tocava bateria no Dirty Projectors. Acho que o Brian disse a eles: “Vocês são bons, mas precisam de um produtor para acrescentar perfeição e fazer seu set brilhar”. Dois meses depois de trocar e-mails com o Holger, embarquei para São Paulo pela primeira vez para produzir Sunga e me diverti como nunca. Acho que dá para sentir isso na música. Estou muito orgulhoso do sucesso que eles estão fazendo, no Brasil e nos Estados Unidos. Disse a eles que quando decidirem fazer o segundo álbum, eu paro qualquer projeto que estiver fazendo, entro em um avião e desembarco no Brasil em 10 horas.

E com o Single Parents?
Fernando me conheceu por meio do Pata do Holger. A partir daí entramos em contato e fiz alguns remixes rápidos para os Single Parents (um dia por música) e eles gostaram do meu trabalho. Como são uns maníacos por gravação analógica, eles vieram para cá, no estúdio Seaside Lounge no Brooklyn, e gravaram as bases em fitas de duas polegadas. Foi uma ótima ideia da parte deles, o álbum soa como um lindo e barulhento monstro gigante. No momento estamos terminando os vocais em Nova York e São Paulo. Acredito que o resultado será surpreendentemente incrível.

O que há de tão especial na cena musical brasileira?
Há no Brasil uma cena muito amigável, que em Nova York só existe em pequenas doses. Em ambas as cenas é possível encontrar apoio, e dessa forma Holger e Single Parents podem conseguir boa repercurssão na mídia e estar na MTV desde o começo de suas carreiras, sem o apoio de um grande selo. A sensação é de que tudo pode acontecer, e é um prazer poder ajudar.

Quais são seus próximos planos?
Eu voltei para Nova York há uma semana. Em breve vou a Roma gravar os vocais para o álbum de uma banda de bluegrass. Também estou curtindo o fato de lançar minhas próprias músicas depois de 10 anos de enrolações e distrações. Então estou dedicando tempo a isso. Eu preciso trabalhar em meu website e colocar uma versão em português, para que as bandas do Brasil possam me contactar. Quero voltar ao Brasil, fazer alguns shows solo e produzir outras bandas o quanto antes. É o trabalho mais divertido do mundo.

Conte pra gente o que você anda ouvindo…
1. Tim Maia forever e Titãs.
2. Le Loup, uma banda de Washington que uma garota brasileira me indicou. Eles são loucos.
3. Referências para o álbum dos Single Parents: Nirvana, My Bloody Valentine, The Radio Department, Teenage Fanclub e Sonic Youth.
4. E mais recentemente, por puro prazer: Beenie Man, Bonnie Prince Billy, Bob Mould e Dave Brubeck.

_____________________________IN ENGLISH

- How is your story with Holger?

i met Holger through brian mcomber who drums for Dirty Projectors.
i think brian told them “you guys are good, but you need a producer
to add perfection and shine to your set. ”
within 2 months of being emailed by Holger i was in Sao Paulo for the first time
making Sunga and having the time of my life.  i think you can hear and
feel it in the music.
i’m very proud that they’re doing so well, both in brasil and the usa.
i have told them that when it’s time to do the 2nd record, i’ll stop
whatever i’m doing,
get on a plane and be in brasil in 10 hours.

- And with Single Parents?

Fernando must have heard about me from Pata of Holger.

i did a few fast remixes for Single Parents – one day per song – and
they were pleased.

being crazy interested in analog recording, they decided to come to
brooklyn to record basic tracks on 2 inch tape at a studio i use
called SEASIDE LOUNGE.   it was a good idea on their part. the record
sounds like a giant, beautiful, noisy monster.  we’re finishing vocals
this month in new york and sao paulo. i think it will be surprisingly
awesome.

- What is so special about Brazil/ São Paulo music scene?

there is something very friendly about the Brasil scene that New York
only has in very small doses.

it’s both very supportive and small enough that bands like Holger and
Single Parents can get good press and be on Mtv early in their career,
without major label support.  it feels like anything can happen, and
it’s a joy to be able to help.

- Are you in São Paulo right now? What is your future plans?

I’ve been back in New York for about a week.  soon i plan on going to
rome, italy to record vocals for a bluegrass album.  i’ve also been
enjoying releasing my own songs after 10 years of delays and
distractions. so i’ll put some time into that.  i need to work on my
website rogerpaulmason.com and add a Portuguese page to make it easy
for Brazilian bands to contact me.

i want to come back to brasil, play some solo shows, and produce
another band as soon as possible.
it’s the most fun job in the world.

- Tell us what you have been listening (Brazilian or not)…

1. Tim Maia forever. also Titas.

2. Le Loup. this is a band from washington DC that a brazilian girl
told me about. they are crazy.

3. references for the single parents album: nirvana, my bloody
valentine, the radio department, teenage fanclub, sonic youth.

4. recently for pleasure: beenie man, bonnie prince billy, bob mould,
and dave brubeck.